i

              Causa merita

 

Soon.../brevemente English

 

hist

 

historia
enigmas
descobrimentos
colombo
navios,

navios,

navios

Descobrimentos   

neste site


Introdução |

 

Enquadramento histórico|
 

Descobertas e Possessões |


Embarcações e Técnicas|
 

Navegadores/Descobridores|

Criado em Abril/2008 | Mapa do site | Contacte-nos | Livro de visitas | O Projecto

Descobrimentos portugueses, História de Portugal, Descobridores e Exploradores dos mares e oceanos. Grandes Navegações e Navegadores, Nau Portuguesa, Caravela Portuguesa, Galeão. Navegadores e Descobridores. Navios e Embarcações dos Descobrimentos. Exploradores dos Oceanos. Instrumentos e Técnicas de Navegação. Colónias e Império Português.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Introdução

 

Nesta parte do documento pretende-se fazer um registo dos acontecimentos referentes às descobertas marítimas, conquistas e relações comerciais e culturais de Portugal nos períodos dos sec. XV e XVI.

Encontram-se registados por ordem cronológica os acontecimentos relacionados com descoberta de novas terras e de rotas marítimas, assim como das conquistas de alguns locais. Não sendo estas conquistas, nalguns casos, coincidentes Caravela redondacom a sua respectiva descoberta, no caso de os portugueses a terem realizada, o registo da conquista estará assinalado no local da descoberta com as respectivas datas. Ex - Ilha de Moçambique (descoberta Eur 1498/ conquistada em 1507).

No que refere à descoberta de terras ou mares, no quadro cronológico dos acontecimentos, quando assinalado algum evento do género, será acrescentada uma sigla referindo se essa terra foi descoberta em exclusividade mundial - EM, descoberta em exclusividade mundial mas com habitantes nativos - EMn, ou pela primeira vez pelos Europeus - Eur.
Em relação aos mapas de apoio, os locais com cor vermelha referem-se a descobertas ou explorações exclusivas. Os locais assinalados com cor amarela referem-se a possessões/conquistas.

 

 

 

 

 


 

 

 

O Domínio dos Mares

 

Ao longo dos tempos houve vários povos que, ou pela inovação tecnológica e/ou pelo poderio naval, dominaram os mares em certos períodos de tempo e de espaço marítimo/fluvial.

 

Fenícia (Mediterrâneo) - Sec. V a.c.

Grécia (Mediterrâneo) - Sec. IV a.c.

Cartago (Mediterrâneo) - Sec. III a.c.

Roma (Mediterrâneo) - Sec. II a.c. - Sec. III a.c.

Bizancio (Mediterrâneo) - Sec. III a.c. - Sec. XI

Viking (Mar do Norte, parte/Mediterrâneo, Atlântico Norte) - Sec. VII - Sec. XI

Génova (Mediterrâneo) - Sec. XIII

Veneza (Mediterrâneo) - Sec. XIV

China (Mar da China/Índico) - Sec. XIV - XV

Árabia (Índico) - Sec. XV

 

 

 

 

 

Enquadramento histórico de Portugal

 

Quando por volta de 1249 Portugal concluiu a "reconquista" do território, referente à conquista para sul, do espaço que hoje é Portugal, começou um processo de consolidação da administração do país. Os restantes reinos cristão da Península Ibérica combatiam ainda a sul contra os Mouros (até 1492), mostrando no entanto, principalmente Castela, vontade de tomar conta da administração do território de Portugal.

Neste período de tempo foi criada a língua portuguesa (1290), fundada a Ordem de Cristo (1319, em substituição da Ordem dos Templários), criação da Universidade em Coimbra (1290), assinados tratados comerciais com a Inglaterra. Foi organizada a marinha portuguesa, sendo contratado o genovês Manuel Pessanha para o fazer. Em 1383 surgiu um período crítico, estando em causa a independência do país. Após grandes vitórias militares em 1385, João I organizou o país de forma significativa.

De novo consolidada a independência, Portugal (sempre pressionado a Este por Espanha) voltou-se para o oceano.

Com motivações a nível religioso, comercial, militar e de reconhecimento internacional, foram organizadas viagens pela costa africana a fim de ocupar vários locais estratégicos.

 

 

Portugal pode-se considerar o 1º grande Império Inter-Continental, difundido e administrado a nível marítimo. Este pequeno país, dominou no séc. XV toda a costa africana ocidental e ilhas atlânticas (muito provavelmente também terras a oeste dos Açores). No séc. XVI tomou o domínio do Atlântico Sul e Oceano Indico (até ao mar da China e Japão). 

       O desenvolvimento marítimo de outros países e a supra-extensão do Império Português foram provocando o colapso e a perda de influência.

 

 

Descobertas e Possessões

Principais Descobertas e Possessões Portuguesas.
 

(Não estão incluídos viagens que não estão legitimadas mas às quais existem indícios de realização)

1415 - Ínicio do Império. Conquista de Ceuta e outros locais em África. 1424 - Redescobrimento do Arquipélado da Madeira 1427 - Diogo de Silves descobre o Arquipélago do Açores 1434 - Gil Eanes passa o Cabo Bojador, considerado o fim do Mundo 1441 - Nuno Tristão dobra o Cabo Branco 1448 - Diogo Gomes descobre o Arquipélago de Cabo Verde Álvaro Fernandes chegou à Guiná-Bissau 1470 - Chegada ao Reino de Elmina - Gana 1470 - Descoberta do Arquipélago de São Tomé e Principe - João de Santarem e Pedro Escobar. 1482 - Dio go Cão descobre o Rio Zaire e navega nele 150 Km 1484 - Diogo Cão chega ao sul da Namíbia 1488 - Passagem do Cabo da Boa Esperança por Bartolomeu Dias 1498 - Duarte Pacheco Pereira chega ao Brasil que será oficialmente descoberto por Pedro Álvares Cabral em 1500. 1495 - João Fernandes Lavrador chega ao Canadá 1501 - João da Nova (galego) descobre a ilha de Ascenção ao serviço de Portugal 1501 - João da Nova (galego) descobre a ilha de Ascenção ao serviço de Portugal 1506 - Tristão da Cunha descobriu esta ilha que hoje tem o seu nome. Em 1524, Aleixo Garcia e cerca de dois mil Guaranis atacam os postos fronteiriços do Império Inca. Partindo da actual costa do Brasil, percorrendo as matas e o rio Paraguai, chegaram à actual cidade de Sucre na Bolívia. 1514 - João de Lisboa e Estevão Fróis chegam ao Rio da Prata 1542 - João Rodrigues Cabrilho (ao serviço dos de Espanha) descobriu a Califórnia. O português Fernão de Magalhães foi o primeiro europeu a navegar pelo estreito com o seu nome em 1520, atravessando depois o Oceano Pacífico. O português Fernão de Magalhães foi o primeiro europeu a navegar pelo estreito com o seu nome em 1520, atravessando depois o Oceano Pacífico. 1588, João Martins efectua a passagem do NO (Atlântico/Pacifico pelo Norte), transportando o governador das Filipinas, Lorenzo Ferrer Maldonado. 1588, João Martins efectua a passagem do NO (Atlântico/Pacifico pelo Norte), transportando o governador das Filipinas, Lorenzo Ferrer Maldonado. David Melgueiro em 1660, ao serviço da Holanda, realiza a viagem do Japão a Portugal pelo Estreito de Béring (Ártico). David Melgueiro em 1660, ao serviço da Holanda, realiza a viagem do Japão a Portugal pelo Estreito de Béring (Ártico). 1587 - Durante 10 anos, Duarte Lopes descobre a região dos grandes Lagos e as nascentes dos grandes Rios Africanos. (conforme mapa de Pigafeta). Lopo Soares explorou, em 1517 a região da Etiópia e Somália. 1498 - Locais visitados na Viagem à Índia - Moçambique, Tânzania, Quénia. 1506 - Desenbarque em Madagascar (São Lourenço) 1507 - Conquista de Socotra 1512 - Pedro Mascarenhas, navegador, diplomata e mais tarde vice-rei da Índia, por volta de 1512, avistou  as Ilhas Mascarenhas 1500 - Conquista de Mascate (Omã) 1506 - Conquista de Bandar Abbas (Irão) De 1521 a 1602, o país Bahrein foi ocupado pelos portugueses. 1541 - Fernão Mendes Pinto, Diogo Zeimoto e Cristovão Borralho atingiram o Japão. Foi fundada a cidade de Nagazaki. 1513: Jorge Álvares chegou às costas da China. 1553 Fixação em Macau. Malaca (Malásia) - conquistada em 1511 Domínio de Ceilão, Sri Lanka (Fundada Colombo, em 1517) 1624, António de Andrade viaja aos Reinos do Tibete, afim de evangelizar aqueles povos. 1512: António de Abreu descobre a ilha de Timor Os primeiros europeus a chegar a Ternate faziam parte da expedição portuguesa de Francisco Serrão às Molucas (1511) Macáçar.  Foi possessão portuguesa entre 1512 1498 - Chegado à Índia. Posse dos princípais locais de comércio.

 


Topo | Fases de Descoberta

 

história de Portugal, enigmas, descobrimentos, Colombo, navegação, antiguidade, caravela, civilização antiga, modelismo, mapas, historia de Portugal, enigmas, descobrimentos, Colombo, navegação, antiguidade, caravela, civilização antiga, modelismo, mapas, historia de Portugal, enigmas, descobrimentos, Colombo, navegação, antiguidade, caravela, civilização antiga, modelismo, mapas, historia de Portugal, enigmas, descobrimentos, Colombo, navegação, antiguidade, caravela, civilização antiga, modelismo, mapas, historia de Portugal, enigmas, descobrimentos, Colombo, navegação, antiguidade, caravela, civilização antiga, modelismo, mapas,

historia de Portugal, enigmas, descobrimentos, Colombo, navegação, antiguidade, caravela, civilização antiga, modelismo, mapas, historia de Portugal, enigmas, descobrimentos, Colombo, navegação, antiguidade, caravela, civilização antiga, modelismo, mapas, historia de Portugal, enigmas, descobrimentos, Colombo, navegação, antiguidade, caravela, civilização antiga, modelismo, mapas, historia de Portugal, enigmas, descobrimentos, Colombo, navegação, antiguidade, caravela, civilização antiga, modelismo, mapas, historia de Portugal, enigmas, descobrimentos, Colombo, navegação, antiguidade, caravela, civilização antiga, modelismo, mapas,